13 novembro, 2013

A lenda dos caçadores de sonhos

(Aliás, esse rosinha é o meu *-*)
Os dreamcatchers são conhecidos com nomes diferentes, por exemplo como filtro dos sonhos, espanta pesadelos, ou caçadores de sonhos. Apesar dessa diversidade de nomes, todos tem apenas um objetivo.
Esse amuleto, digamos assim, tem a origem indigena americana Ojibwe. Para esses indigenas, os sonhos eram especias, pois neles poderiam conter mensagens dos espiritos, tantos nos sonhos ruins quanto nos sonhos bons. Para eles, as energias negativas flutuavam junto com o anoitecer, e os caçadores de sonhos nos separavam dessa energia negativa que nos fazem mal durante a noite.
De acordo com a tradição, as teias coloridas são colocadas acima dos berços dos bebês e das camas das crianças. Os sonhos bons, que sabem qual caminho seguir, passam pelo buraco no centro da teia, e os sonhos ruins, que não sabem pra onde ir, ficam perdidos e se prendem nas teias. Assim, quando os primeiros raios solares surgem de manhã, esses sonhos ruins desaparecem.
As penas colocadas nos centros dos caçadores dos sonhos tem uma simbologia, a pena feminina (a de coruja), representa a sabedoria, e a masculina (a de águia), representa a coragem.
Para os adultos, os caçadores de sonhos não são feitos de salgueiro chorão, como são os dos bebês e das crianças. Eles são feitos de fibras, por serem mais resistentes.
~É claro que essa lenda vai muito além do que eu pesquisei, e é algo que se for do seu interesse, seja pesquisado a fundo e com calma para que possa fazer sentido. E eu quis tocar nesse assunto apenas para despertar o interesse de saber mais a respeito. Eu particularmente não tenho preconceito contra essas crenças e tradições. 
Beijinhos :*

Postar um comentário